Ativista acusa Meghan de fingir amor por Harry para entrar na alta sociedade

Ela disse estar cética em relação à autenticidade do amor dos duques.

Mais uma polêmica envolvendo Meghan Markle. Desta vez, a duquesa de Sussex foi acusada por Germaine Greer de estar fingindo seu amor pelo príncipe Harry com o objetivo de entrar para a alta sociedade. Em entrevista ao programa italiano “60 Minutes”, Greer, que é uma das principais vozes do movimento feminista na Austrália, disse estar cética em relação à autenticidade do amor dos duques.

A ativista disse que que o resultado do matrimônio “provavelmente será desastrosos”. “Tudo o que posso pensar é que é melhor ela estar apaixonada. Se ela está fingindo esse tempo todo, que tragédia. Quantos orgasmos seão necessários? Quantos gemidos falsos vão levá-la a isso?”, questionou a escritora de 81 anos. Ela também disse que os planos de Meghan de manipular o marido para aumentar seu status e, que tudo isso ficou óbvio após seu casamento de 178 milhões de reais.

“O casamento também foi terrível, porque estava cheio de personalidades do showbiz, como se Meghan vivesse em um mundo completamente artificial. A questão toda sobre o showbiz – não é real e não vai sustentar você”, continuou ela. Germaine ainda disse que não ficou surpresa com a saída deles da família real.

De acordo com o jornal “Express.co.uk”, os espectadores não gostaram das declarações de Germaine. Um deles disse: “O ressentimento por Meghan é palpável e Harry é visto como fraco. O entrevistador também estava obviamente tendencioso. Não serviu de nada assistir a essa m****”. Outro escreveu: “Essa mulher odeia tanto Meghan! Lembre-se de que ela não fala com Harry desde antes de ele começar a namorar Meghan”.

Fonte: Meia Hora