Prédio atingido por incêndio na Compensa corre risco de desmoronamento

Moradias ao redor foram interditadas pela Defesa Civil.
21/02/2020 15h52 - Atualizado em 22/02/2020 19h25

Foto: Divulgação


Redação AM POST*

A Prefeitura de Manaus realizou, na manhã desta sexta-feira, 21/2, uma vistoria no prédio da loja Esplanada, no bairro Compensa, zona Oeste, atingido por um incêndio na noite da última quinta-feira (20) e constatou risco de desmoronamento. A avaliação foi realizada pela equipe de engenharia da Secretaria Executiva de Proteção e Defesa Civil, que verificou que, devido ao risco de desabamento e por motivo de segurança, as residências avaliadas em situações de risco serão interditadas.

“Na avaliação de hoje, verificamos a situação de risco do prédio e das residências que foram atingidas pelo desabamento. Essas casas vão ser interditadas e a área vai ficar isolada até que o proprietário venha, tome a responsabilidade e faça a demolição das situações de risco identificadas na edificação”, explicou o secretário-executivo da Defesa Civil, o engenheiro Cláudio Belém.

O secretário também informou que duas casas foram atingidas pela estrutura que desabou e que a assistência às famílias é de responsabilidade do proprietário da edificação, por ser um empreendimento particular.

“Ao todo, duas casas foram atingidas, porém esse galpão fica localizado em um beco de acesso e todas as residências que estiverem nesse beco não poderão ser adentradas até que seja tirado o risco de desabamento do galpão. Estamos acionando o proprietário para que providencie a demolição com urgência e, assim, as famílias possam retornar para suas casas”, reforçou Belém.

Participaram também da vistoria equipes do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), que realizou a interdição do local, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Defesa Civil do Estado do Amazonas.

*Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso