Covid-19 faz governo federal incluir 1,2 milhão pessoas no Bolsa Família

Portaria prevê suspensão de bloqueios dos benefícios por 120 dias.
20/03/2020 19h31 - Atualizado em 20/03/2020 19h31

Foto: Reprodução


Agência Brasil

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, assinou na tarde desta sexta-feira (20) portaria que estabelece medidas emergenciais para o Bolsa Família por causa da Covid-19. Entre as medidas está a suspensão, pelo prazo de 120 dias, de bloqueios, suspensão e cancelamentos de benefícios e da averiguação e revisão cadastral.

O ministro afirmou que 1,2 milhão de famílias foram inscritas no programa e que a fila foi praticamente zerada. “O Bolsa Família é muito importante para as famílias mais vulneráveis do país. Com a inserção de mais 1,2 milhão de famílias, teremos cerca de 14 milhões de famílias beneficiadas, o maior número da história do programa”, disse Onyx.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso