Lojistas de Manaus mandam carta para Wilson Lima pedindo reabertura do comércio

Em justificativa eles dizem que decreto vai trazer malefícios ao comércio local.
26/03/2020 16h29 - Atualizado em 27/03/2020 13h57

Foto: Reprodução


Redação AM POST*

Uma carta redigida por cerca de 14 associações e representantes dos lojistas de Manaus foi enviada ao governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), nesta quinta-feira (26) pedindo suspensão nos próximos dias de quarentena no comércio da capital devido pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Em justificativa eles dizem que a medida vai trazer malefícios aos empresários da cidade.

“É sabido que a crise que estamos enfrentando do coronavírus vai muito além da saúde da nossa população. As medidas tomadas pelos decretos proferidos por vossa excelência irão trazer malefícios a toda a estrutura fornecedora de alimentos, comércio em geral e serviços em nossa cidade”, diz trecho da carta.

No texto os representantes de setores do comércio manauara sugerem que a partir da próxima segunda-feira (30), seja feita de forma gradual o retorno do comércio de rua e dos Shopping Centers a partir do dia 7 de abril.

O documento é assinado pela Câmara de Direigentes Lojistas de Manaus (CDL), Fecomércio, Fieam, Cieam, Aca, Codese, Associação dos Notários e Registradores do estado do Amazonas (Anoreg), ADEMI, Associação de Empresários do Vieiralves (AEV), Abrasel, Creci e Rede das Imobiliárias de Manaus (Rimam).


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso