Mesmo sem atualização cadastral, beneficiários terão Bolsa Família por 120 dias

O alerta é da Prefeitura de Manaus que, para evitar aglomeração de pessoas, não está realizando atendimento presencial.
28/03/2020 15h03 - Atualizado em 29/03/2020 13h09

Foto: Reprodução


Redação AM POST*

Durante 120 dias, as famílias inseridas no Programa Bolsa Família (PBF) terão seus benefícios assegurados, não podendo ser suspensos ou excluídos nesse período. O alerta é da Prefeitura de Manaus que, para evitar aglomeração de pessoas, não está realizando atendimento presencial, evitando a transmissão do novo coronavírus, causador da Covid-19.

Os procedimentos de averiguação e revisão cadastral também estão interrompidos, conforme a portaria 330/2020 do Ministério da Cidadania (MC), contando a partir da última sexta-feira, 20/3.

“A recomendação do nosso prefeito Arthur Virgílio Neto é que você fique em casa e tranquilo. Estamos atuando para que nenhuma família seja prejudicada e, qualquer dúvida, os beneficiários podem ligar”, orienta a secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania, Conceição Sampaio.

Serão priorizadas as famílias que tiveram os cadastros bloqueados, a contar do mês de fevereiro, por motivos de renda per capita ou condicionalidades, como frequência escolar e pesagem.

Alguns procedimentos e mudanças serão realizados somente com autorização do governo federal, visto que o mesmo é responsável pelo gerenciamento nacional do programa de benefício.

Em caso de dúvidas, os beneficiários podem entrar em contato por telefone ou e-mail da Semasc, responsável pelo cadastro único em nível municipal, por meio dos números: 98842-2095 e 98842-2137 (Proteção básica), 98842-3000 (Proteção Especial) e 98842-2266 (Gabinete), no horário das 8h às 14h. Além das páginas da secretaria no Facebook e no Instagram: @semascmanaus.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso