PDT quer que Diego Afonso esclareça vacância, agressão contra a esposa dele e assistencialismo em ano eleitoral

O partido não conseguiu encontrar o parlamentar para entregar notificação.
17/03/2020 17h13 - Atualizado em 17/03/2020 17h14

Foto: Reprodução


Redação AM POST

O Conselho de Ética do diretório municipal do PDT quer que o vereador Diego Afonso, atual presidente municipal da sigla, esclareça e apresente defesa, no prazo de 48 horas, sobre acusações que pesam contra ele como: agressão e perturbação da ordem contra sua esposa, conforme Boletim de Ocorrência (B.O.); omissão e vacância como presidente do diretório municipal; e denúncia pela prática de assistencialismo, conduta e práticas ilegais com gabinete móvel.

No entanto, o partido não conseguiu fazer com que a notificação dessa segunda-feira (16), assinada pela presidente do Conselho de Ética do PDT, Thatiane Brenner Soares, chegasse até o parlamentar devido a Câmara Municipal de Manaus (CMM) está restrita a funcionários.

A notificação será publicada na imprensa e enviada por e-mail ao vereador para que ele tome ciência do documento, conforme integrantes do conselho de ética do partido.

Veja documento:


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso