Vereador de Manaus quer criar dia municipal da oração para ajudar população a vencer conflitos

A data deverá ser comemorada, anualmente, no segundo domingo de abril.
26/03/2020 18h38 - Atualizado em 26/03/2020 18h40

Foto: Reprodução


Redação AM POST*

Num tempo em que as divergências religiosas, políticas, sociais, étnicas e discursos de ódio são motivos de discórdia entre as pessoas, um dia dedicado à oração pode ser uma alternativa para unir povos e cessar conflitos.

Com essa perspectiva, o vereador André Luiz (PTC) decidiu propor o projeto de lei 055/2020, que institui o “Dia Municipal da Oração”. A data deverá ser comemorada, anualmente, no segundo domingo de abril.

Com o projeto, o parlamentar pretende estimular a união entre os povos, por meio da oração, de forma ecumênica, independente de credo ou religião.

Para ele, uma oração pode mudar tudo, transformar vidas, amenizar o peso dos problemas, ajudar a sentir conforto em meio à solidão e aproximar o homem de Deus. “O fato é que nossa visão é limitada, especialmente quando estamos ansiosos, tristes, angustiados. A oração é o momento em que estamos conversando com Deus. Dedicar 24 horas para nos conectarmos ao Pai Celestial, que possui infinita sabedoria e que tem a capacidade de solucionar todos os problemas do mundo, pode ser o início de uma grande transformação”, ressalta.

O poder da oração em tempos difíceis
André Luiz acredita ainda que a oração é uma arma poderosa para vencer tribulações. “Estamos num momento muito delicado no planeta. A maioria dos países está confinado e as pessoas estão fazendo o possível para tentar ajudar a combater a pandemia causada pelo novo coronavírus. Nossa proposta é fazer com que todos reflitam sobre o quanto a oração pode contribuir positivamente no fortalecimento da fé de nossa população, promovendo a certeza de que podemos vencer dificuldades como essa”, explica.

A oração no aconselhamento dos filhos
A ideia agradou pessoas simples, como a dona de casa Carla Santiago, 43 anos, católica e que busca na oração sabedoria para aconselhar os filhos, dois adolescentes de 14 e 15 anos.

Ela conta que dessa maneira consegue manter serenidade e a esperança no enfrentamento do vírus. “E não é só agora em que o mundo precisa voltar mais seus olhos ao próximo, mas principalmente para o futuro. Nada une mais que o poder da fé. Gostei da iniciativa”, afirma.

Isolamento e oração
“Precisamos de algo que nos estimule a ficarmos mais próximos de quem amamos. Aprovo a ideia”, disse Paulo Mandes, 57 anos, agricultor, evangélico e pai de quatro filhos. Paulo conta que está isolado em casa com a família até que a pandemia seja vencida.

Tramitando
O projeto foi deliberado nesta quarta-feira (25\3), na sessão plenária realizada por meio de videoconferência entre os vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) e agora segue para análise na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

*Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso