Mais dez mortes são confirmadas no Amazonas por coronavírus e total de óbitos chega a 40

De 64 mortes investigadas, 40 foram confirmadas, 13 descartadas e 11 ainda estão em investigação.
09/04/2020 16h08 - Atualizado em 10/04/2020 12h29

Foto: Divulgação


Redação AM POST*

Até ao meio dia desta quinta-feira, foram confirmadas mais dez mortes pelo novo Coronavírus (Covid-19), que estavam sendo investigadas pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM). De 64 mortes investigadas, 40 foram confirmadas, 13 descartadas e 11 ainda estão em investigação. O Estado registrou mais 95 casos da doença no balanço divulgado durante entrevista online, transmitida nas redes sociais do Governo do AM nesta quinta-feira (09/08), totalizando 899 casos no Amazonas.

Todos os dez pacientes cujas mortes foram confirmadas por Covid-19 estavam recebendo assistência médica. Desses, sete pessoas apresentavam histórico de comorbidades como hipertensão e cardiopatias.

Foram confirmadas as mortes de um homem de 73 anos e outro de 34 anos, sem histórico de comorbidade, que estavam sendo assistidos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Pronto Socorro (HPS) Delphina Aziz. Ambos com quadro de insuficiência respiratória, não resistiram ao agravamento da doença e vieram a óbito ontem (08/04).

Um homem de 40 anos, também sem histórico de comorbidade relatado, morreu no último dia 6 de abril, após nove dias internado no Delphina Aziz, onde também recebeu toda a assistência mas não resistiu ao agravamento da doença.

Comorbidades
A FVS-AM confirmou ainda, em Manaus, as mortes por Covid-19 de uma idosa de 64 anos, que tinha histórico de hipertensão, diabetes, insuficiência renal crônica e HIV; uma mulher de 56 anos, com histórico de diabetes; uma mulher de 75 anos, com diabetes e pneumopatia crônica; um homem de 95 anos, com diabetes e doença cardiovascular; e uma mulher de 79 anos, com cardiopatia e pneumopatia.

Outros dois óbitos investigados e confirmados como Covid-19 são de pacientes de Iranduba e Manicoré. Um homem de 62 anos, com histórico de hipertensão e proveniente de Iranduba, estava internado na UTI do Delhpina Aziz e não resistiu ao agravamento da doença. Um homem de 68, com diabetes, hipertensão arterial e insuficiência renal crônica, que morreu em Manicoré, no dia 5 de abril, na Unidade Mista de Saúde do município, teve o teste para Covid-19 também confirmado.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso