Manaus entra no radar do ministério da saúde por grande aumento de casos de coronavírus

Titular da Susam solicitou uma ajuda de respiradores para o atendimento de pacientes no Amazonas.

O ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que Manaus entrou no radar do Ministério como local que pode atingir um alto índice de casos confirmados de coronavírus no Brasil, durante coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (20).

“Manaus entra em nosso radar como um ponto que pode ter ascendências rápidas de curva”, disse. Ele ainda anunciou o envio de 15 respiradores para o sistema de saúde do Amazonas para uso em pacientes com Covid-19.

De acordo com o ministro da saúde, o país vive um aumento natural no número de casos confirmados. Entre os 260 casos confirmados no Amazonas, 232 são em Manaus. Um total de 89% dos casos. Sete pessoas já morreram no Estado com coronavírus.

“Há uma preocupação não só com aquelas [cidades] clássicas, mas Manaus entra em nosso radar como um ponto que pode ter ascendências rápidas de curva além de Fortaleza, lá no Nordeste, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Então, a gente vai monitorando. Estamos conseguindo com muito esforço evitar aglomerações, evitar espiral de curva. Esperamos levar isso até o nosso sistema estar mais robusto”, disse Mandetta.

Envio de respiradores
Ainda durante a coletiva, Mandetta informou que recebeu uma ligação do Secretário de Estado do Amazonas, Rodrigo Tobias, que solicitou uma ajuda de respiradores para o atendimento de pacientes no Amazonas. Ele afirmou que 15 equipamentos foram enviados do Rio de Janeiro para Manaus em um voo da Força Aérea Brasileira (FAB).

“Tive que pegar respirador de um Estado e mandar pela FAB para Manaus. Aqui, agradeço ao ministro Braga e Fernando, da Defesa, pelo pronto atendimento para tentarmos trabalhar o Brasil como um cenário. Porque se aumentar muito aqui, talvez a gente pegue equipamento de um local e transfira, para ver se a gente consegue dar um ponto de equilíbrio para o nosso sistema de saúde que vai sim ser muito estressado”, disse Mandetta.

O Governo do Amazonas informou que aguarda um comunicado do Ministério da Saúde com previsão de chegada dos respiradores.

Coronavírus no Amazonas
O número de casos confirmados para o novo coronavírus no Amazonas subiu para 260, segundo a atualização feita pela Fundação de Vigilância em Saúde na tarde desta sexta-feira (3). Sete mortes por Covid-19 foram registrados.

Em relação a casos confirmados de Covid-19, estão na lista da FVS os municípios de: Manaus, Parintins, Manacapuru, Santo Antônio do Içá, Boca do Acre, Itacoatiara, Anori, Novo Airão, Careiro da Várzea e Tonantins.

São 232 casos confirmados só em Manaus, representando um total de 89% dos casos. Deles, 39 estão internados. 25 na rede particular e 14 no Hospital Delphina Aziz – que se tornou a unidade de referência da Covid-19 no estado.

Fonte: G1