• Presos do Compaj iniciam cursos de ensino superior dentro do presídio

    Os reeducandos realizaram o vestibular da faculdade na unidade prisional no início do mês de março.
    18/04/2020 12h38 - Atualizado em 18/04/2020 12h38

    Foto: Divulgação


    Redação AM POST*

    Começaram nesta semana as primeiras aulas na modalidade à distância de cursos de ensino superior para presos sentenciados do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no km 8 da BR-174 (Manaus-Boa Vista). A iniciativa é uma parceria da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) com a empresa cogestora Reviver Administração Prisional Privada e Universidade Estácio de Sá.

    Os reeducandos realizaram o vestibular da faculdade na unidade prisional no início do mês de março. Quinze alcançaram a nota estipulada para a aprovação e conseguiram obter bolsas de 70% de desconto nas duas primeiras mensalidades e 50% no decorrer do curso, pagas por seus familiares.

    No total, sete cursos estão sendo ministrados: Administração, com sete inscritos; Marketing e Logística, com dois em ambos; Educação Física, Tecnologia da Informação, Cozinha Contemporânea e Ciências Contábeis, com um matriculado em cada.

    A duração dos cursos é determinada de acordo com a grade curricular deles. A universidade disponibilizou computadores, fones de ouvidos e demais materiais necessários para os reeducandos calouros. Eles terão acesso ao conteúdo duas vezes na semana e sempre contarão com a presença de um tutor do centro de ensino.

    “É a primeira vez que a Seap ousa no sentido de trazer uma universidade de ensino superior para dentro das unidades prisionais”, comenta o diretor do Compaj, Lucas Maceda. “Já oferecemos cursos de capacitação básica e agora demos um passo ainda maior com a oferta do ensino de nível superior”.

    O diretor também falou sobre as expectativas com a iniciativa. “Na aula inaugural, os internos já demonstraram bastante interesse e empolgação com a inovação. Esperamos aumentar ainda mais o número de internos matriculados e que os pioneiros sirvam de espelho para que os outros também venham atrás dessa oportunidade”.

    Um dos calouros que sonha com o diploma é Fábio* (nome fictício). Ele está cursando Administração e conta os planos que tem para o futuro. “Pretendo sair daqui e abrir meu próprio negócio, ser um empreendedor, é esse o meu objetivo na vida e o curso que estou fazendo vai me ajudar a alcançar isso”.

    Remição de pena
    Os presos matriculados recebem o direito à remição da pena pelo estudo, previsto na Lei de Execução Penal (LEP), que garante a redução de um dia da pena a cada 12 horas de estudo.

    Coronavírus
    Todos os colaboradores estão seguindo as medidas preventivas recomendadas pelos órgãos de saúde como o uso de máscaras individuais e álcool em gel. O material utilizado e todo o ambiente são higienizados corretamente.


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso