Roberto Jefferson denuncia plano secreto de Maia e Alcolumbre contra Bolsonaro

Ele também afirmou que o objetivo dos dois presidentes do Legislativo federal, seria a própria reeleição.

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, denunciou, em suas redes sociais, uma tentativa dos presidentes da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) de se reelegerem aos cargos que ocupam atualmente nas duas Casas.

Pela legislação atual, as reeleições de presidentes do Legislativo em um mesmo mandato é proibida. Jefferson afirmou, porém, que tanto Maia quanto Alcolumbre pretendem se valer da PEC 101/2003, do hoje ex-deputado Benedito de Lira, que liberaria a nova eleição aos dois.

– O golpe da reeleição de Maia e Alcolumbre já está armado. Vão se valer da PEC 101/2003, do Benedito de Lira, que já foi aprovada na CCJ e em uma comissão especial da Câmara, e que já está pronta para votação em Plenario – escreveu Jefferson em seu Twitter.

Roberto Jefferson disse que a articulação para a votação ainda está em andamento e que só não foi concretizada pois ainda não há definição se ela será feita através de votações online ou presenciais.

– Como essa PEC do Benedito de Lira já tem tramitação adiantada, é mais fácil vota-la do que iniciar PEC nova. Os articuladores do golpe só não sabem ainda se o farão agora, nas votações online, ou se esperarão a volta aos trabalhos, até porque há o risco de não ser aprovada – declarou.

LIVE COM DENÚNCIAS

Roberto Jefferson reiterou as denúncias que fez pelas redes sociais durante uma live realizada na noite de domingo (19), com o jornalista Oswaldo Eustáquio, onde ele chamou a atitude dos presidentes do Senado e da Câmara de “golpe parlamentarista”.

Durante a transmissão, Jefferson também afirmou que o objetivo dos dois presidentes do Legislativo federal, após a reeleição, seria o de derrubar Bolsonaro através de um pedido de impeachment.

– Eu tenho total convicção do que estou falando – disse.

Fonte: Pleno.News