Animais silvestres são encontrados vivos em caixas de encomendas dos Correios no Alvorada

Foi instaurado Inquérito Policial para apurar as circunstâncias de crime de tráfico de animais silvestres.

Redação AM POST*

Na tarde desta segunda-feira (04/05), às 16h30, policiais civis da Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema), instaurou Inquérito Policial (IP) para apurar as circunstâncias de crime de tráfico de animais silvestres. Conforme a delegada Carla Biaggi, titular da Dema, funcionários da Central de Entregas e Encomendas (CEE) dos Correios, encontraram três espécies de animais silvestres em caixas de encomendas.

A titular da Dema explicou que durante a separação das encomendas no CCE, situada na avenida Raimundo Parente, bairro Alvorada, zona centro-oeste da cidade, os funcionários dos Correios encontraram animais vivos, sendo quatro unidades de peixes da espécie Betta, uma cobra arco-íris e várias formigas da espécie Tanajura. A titular da Dema destacou que a especializada foi acionada por agentes do Instituto Brasileiro do meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Carla Biaggi informou que os peixes vieram do estado do Pará para Manaus. A cobra veio da Bahia para Manaus e as formigas seriam enviadas de Manaus para cidade Boa Vista, no estado de Roraima.

“Instauramos um inquérito para identificar e responsabilizar por tráfico de animais silvestres os remetentes e destinatários dos animais, que agora irão passar por perícia técnica. Ao término dos procedimentos, os animais resgatados serão levados para o Ibama e para o Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS)”, concluiu a delegada Carla Biaggi.