• Carla Zambelli é chamada de “covarde” por não ir à manifestação, e ela diz que estuda abandonar a política

    Revelação da deputada, que é alvo de inquérito do STF e desistiu de ir a ato bolsonarista neste domingo, foi feita em resposta a um seguidor.
    31/05/2020 14h35 - Atualizado em 31/05/2020 14h35

    Foto: Reprodução


    Leal apoiadora de Jair Bolsonaro, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) se tornou alvo da milícia digital bolsonarista por discordar da realização de um ato contra o Supremo Tribunal Federal (STF) neste domingo (31) em Brasília. Ela é alvo do inquérito da Corte sobre a máquina bolsonarista de fake news e ataques às instituições.

    Depois, voltou atrás, mas anunciou que não compareceria à manifestação pois não estaria se sentindo bem. Para seus seguidores, no entanto, a desculpa não colou e ela foi chamada por um deles de “covarde”. A parlamentar, então, fez uma revelação: ela estaria estudando abandonar a política.

    “Lembrei da frase de um poeta chamado Jair Bolsonaro, o soldado que vai a guerra e tem medo de morrer é um covarde! Eu acho que a senhora Zambelli deveria desistir da carreira de política”, disse o seguidor, ao que a deputada respondeu: “É uma possibilidade que está sendo estudada”.

    Recuo

    A equipe da deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) anunciou, na manhã deste domingo (31), pelo Twitter, que a parlamentar passou mal e, por isso, não comparecerá às manifestações contra o Supremo Tribunal Federal (STF) e em apoio a Jair Bolsonaro em Brasília.

    O anúncio veio após Zambelli ter se tornado alvo de seus colegas da milícia digital bolsonarista por ter se colocado contra as manifestações.

    “Amanhã não há manifestação prevista e JÁ ADIANTO q a extrema imprensa tentará comprar o ato de domingo passado c a possível presença de apoiadores no Planalto amanhã”, havia dito, a princípio, a deputada.

    A postagem gerou revolta no blogueiro Allan dos Santos, que atacou a parlamentar: “Carla Zambelli dizendo que amanhã não haverá manifestação. Sim, os ônibus de todo Brasil estão aqui para fazer um tour na esplanada. Eu vou, nem que seja para ficar sozinho”, escreveu no Twitter o blogueiro Allan dos Santos, um dos investigados no inquérito das fake news. O lema do protesto seria “Acabou, porra”, em razão da investida de Bolsonaro contra o STF.

    Fonte: Fórum


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso