• Hospital de campanha municipal gera mais de 230 empregos diretos em 20 dias

    O número de empregos gerados pelo hospital continuará se multiplicando à medida que o número de leitos continue crescendo até alcançar a capacidade total de 279 leitos.
    01/05/2020 07h54 - Atualizado em 1/05/2020 16h31

    Foto: Divulgação


    Redação AM POST

    Em aproximadamente três semanas de funcionamento, o hospital de campanha municipal Gilberto Novaes, no Lago Azul, na zona Norte, administrado pela Prefeitura de Manaus, juntamente com o grupo Samel e o instituto Transire, gerou mais de 230 empregos diretos, em diferentes frentes de trabalho. Até o momento, ao menos 350 profissionais, incluindo os da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), estão atuando na unidade de saúde.
     
    “Esse lugar onde nosso hospital de campanha está instalado foi um  projeto para transformar a vida de pequenos cidadãos, com conhecimento, e agora, é real, está salvando vidas, recuperando doentes, graças a muitas pessoas que enfrentam todos os dias, junto conosco, o desafio de manter essa estrutura em funcionamento e nos fazendo crer que nossa luta contra esse vírus está sendo eficaz, graças a esses parceiros, a quem presto minha singela e sincera homenagem”, afirmou o prefeito Arthur Virgílio Neto, sobre os trabalhadores do hospital de campanha.
     
    Além do corpo técnico da área da saúde, como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos, nutricionistas, somam-se a esses profissionais trabalhadores das áreas administrativas, serviços gerais, motoristas de ambulâncias, maqueiros, seguranças, entre outros, que diariamente estão desenvolvendo suas atividades na unidade hospitalar.
     
    “Os colaboradores que atuam no hospital de campanha, além da oportunidade de recolocação profissional, estão sendo verdadeiros instrumentos para salvar vidas nessa batalha diária contra o novo coronavírus. O número de empregos gerados pelo hospital continuará se multiplicando à medida que formos colocando mais leitos de internação para funcionar, até alcançarmos a capacidade total de 279 leitos”, destacou o coordenador do hospital, Ricardo Nicolau.
     
    Dia do Trabalhador
     
    Na data em que se comemora o Dia do Trabalhador, 1º de Maio, a Prefeitura de Manaus destaca a atuação intenso de quem está na linha de frente do combate ao vírus. Atualmente, 119 profissionais de saúde da Semsa estão lotados no hospital de campanha, entre enfermeiros, técnicos de enfermagem, nutricionista, auxiliar de nutrição, farmacêuticos, farmacêuticos de análise clínica, técnicos em patologia clínica e auxiliar de patologia. O número deve aumentar a partir da convocação dos profissionais com contrato via edital.
     
    Atuando como técnica de enfermagem há dez anos, Ana Maria Silva perdeu a irmã e uma tia, também técnica de enfermagem, para o vírus. Ana se diz realizada a cada novo paciente que recebe alta do hospital e conta que é neste momento que vem o sentimento de gratidão e de recompensa. “Meus cuidados aqui são mais do que redobrados, principalmente na volta para casa. Mas a cada paciente que se recupera, meu sentimento é de realização, pois estamos aqui para ajudar a salvar essas vidas”, comentou.
     
    Desempregada há mais de dois anos, hoje Elen Cristina da Gama trabalha no hospital de campanha nos serviços gerais. “Eu estava precisando deste trabalho e entreguei nas mãos de Deus para ele agir. Deus dá o cobertor conforme o frio. Estou aproveitando a oportunidade. Tenho dois filhos, então eu volto para casa e tento tomar todos os cuidados, penso neles. Não é só por nós, que temos que nos cuidar, mas por todos”, destacou.
     
    Oportunidade
     
    Sem acesso às áreas restritas, Francisco George é um dos inúmeros trabalhadores responsáveis pela limpeza do hospital. “Minha experiência era nos serviços das escolas, mas a Prefeitura de Manaus me deu essa oportunidade e eu vim trabalhar no hospital e estou grato, pois sei que manter esse espaço limpo é essencial para o trabalho de todos”, destacou.
     
    Já Crisele Santos, experiente nos trabalhos de campo, no hospital de campanha atua em diferentes frentes dos serviços gerais. “Eu trabalho com rejunte, mas aqui no setor de serviços gerais a gente faz de tudo um pouco, sempre mantendo o cuidado. E o que eu acho muito importante é que nós procuramos ter cuidado um com o outro. Se um percebe que tem que passar o álcool em gel avisa ao outro, o mesmo fazemos quanto ao uso da máscara”, informou.
     
    Capacidade
     
    O hospital de campanha municipal inaugurou no dia 13 de abril, e conta com um diversificado quadro de profissionais, tanto do município, quanto da iniciativa privada. Um dos tratamentos utilizados na unidade é o “método Vanessa”, implantado pelo grupo Samel, que tem gerado bons resultados, por meio de ventilação não invasiva.
     
    Hoje, o hospital conta com 76 leitos ativos, sendo 38 nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e 38 de semi-intensiva. Mais 20 leitos devem entrar em operação nos próximos dias. O espaço não funciona de portas abertas, como pronto-socorro. Os pacientes que lá se internam são transferidos de outras unidades de saúde, por meio da Central de Regulação.

    * Com informações da Assessoria de Imprensa


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso