Hospital suspende enfermeira por usar apenas calcinha e sutiã debaixo de EPI em ala masculina

Nenhum paciente reclamou da vestimenta da mulher mas o hospital disse que ela foi punida por “não cumprir os requisitos para uso de roupas médicas”.
20/05/2020 16h08 - Atualizado em 20/05/2020 18h38

Foto: Reprodução


Redação AM POST*

Uma enfermeira que trabalhava na ala masculina de pacientes com Covid-19 em hospital na Russia, foi suspensa após usar apenas roupas íntimas por baixo do equipamento de proteção individual (EPI). O caso aconteceu na cidade de Tula, que fica a 160km de distância de Moscou. A informação é do jornal New York Post.

A profissional, que não teve o nome revelado, justificou a atitude com o calor que fazia no local. O avental usado por ela é feito de vinil transparente, e isso revelou que ela estava usando só calcinha e sutiã. Posteriormente, a enfermeira alegou que não achou que a proteção seria tão transparente. Nenhum paciente reclamou da vestimenta da mulher.

De acordo com o ministério da saúde local “uma sanção disciplinar foi aplicada à enfermeira do departamento de doenças infecciosas que violaram requisitos”, segundo o jornal The Sun. A sanção, no entanto, não foi detalhada. O hospital se pronunciou e disse que a funcionária “não cumpriu os requisitos para uso de roupas médicas”.

*Com informações do Metrópoles


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso