Ministro do STJ manda soltar Mouhamad Moustafá até julgamento que não tem data definida

O médico é apontado pelo MPF como chefe de esquema criminoso que desviou milhões de reais da Saúde do Amazonas.
22/05/2020 14h40 - Atualizado em 23/05/2020 19h18

Foto: Reprodução


Redação AM POST*

O médico Mouhamad Moustafá, preso na operação Maus Caminhos e apontado pelo Ministério Público Federal (MPF) como chefe de esquema criminoso que desviou milhões de reais da Saúde do Amazonas, teve soltura determinada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça, Nefi Cordeiro, na última quarta-feira (20).

Na decisão o ministro considerou a prisão do médico ilegal devido sua absolvição do suposto crime de embaraço às investigações, que motivou a prisão preventiva dele em dezembro de 2018. Cordeiro mandou soltar Mouhamad até o julgamento de habeas corpus, ainda sem data definida, a ser feito pelo Tribunal Federal da 1ª Região (TRF1).

Moustafá já foi condenado a 119 anos de prisão por crimes de peculato e organização criminosa, em 11 ações penais.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), disse que ainda não foi informada da decisão do ministro do STJ.

*Com informações do Amazonas Atual/h7>


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso