• Rafael Fernandez confessa ter matado modelo por ciúmes e diz que está arrependido

    Em depoimento ele afirmou que cometeu o crime após ler mensagens no celular da vítima.
    17/05/2020 12h14 - Atualizado em 18/05/2020 18h49

    Redação AM POST

    Rafael Fernandez, 31 anos, deu mais detalhes sobre o assassinato da Miss Manicoré, Kimberly Mota, de 22 anos, e disse estar arrependido de ter esfaqueado a ex-namorada até a morte. Ele prestou depoimento, neste sábado (16), na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    O delegado titular da DEHS, Paulo Martins, informou que Rafael confessou o crime, disse que está muito arrependido e que agiu em um momento de raiva. O autor do crime confessa que matou por ciúmes.

    Kimberly teria ido no banheiro e Rafael foi ter mexer no celular da vítima e viu algumas mensagens, que o deixou enfurecido. Ele colocou uma faca debaixo do travesseiro e esperou a modelo sair do banheiro para se deitar na cama ao lado dele. Em seguida ele começou a desferir vários golpes de facas contra a vítima.

    Segundo o assassino, o primeiro golpe, no pescoço, foi tão forte que a modelo “já foi desfalecendo”. Ele continuou o ato e desferiu mais dois golpes, um no peito e mais outro no pescoço. Ele pretendia retirar o corpo da ex-namorada do seu apartamento. Lavou o cadáver, mas acabou desistindo da ideia, pegou o celular da vítima e a chave do carro e o abandonou no apartamento.

    O criminoso foi preso na fronteira do Brasil e Venezuela, em Pacaraima, Roraima.


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso