• Empresa será notificada após óleo de ônibus causar acidentes em avenida de Manaus

    Representantes da empresa Via Verde estiveram no local, interromperam o vazamento e removeram o veículo para a garagem.
    20/06/2020 18h16 - Atualizado em 20/06/2020 19h07

    Foto: Reprodução


    Redação AM POST

    A Prefeitura de Manaus irá apurar as causas que levaram ao derramamento de óleo por um ônibus da empresa Via Verde na manhã deste sábado, 20/6. A decisão foi anunciada pelo município, após as primeiras providências tomadas na ocorrência que resultou em acidentes de trânsito na avenida Constantino Nery, sentido Centro/bairro, incluindo apreensão do veículo e uso de pó de serragem para evitar que o produto se espelhasse.

    O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) irá notificar a empresa de transporte proprietária do ônibus, pois de acordo com a Lei Municipal 1.779/2013, que dispõe sobre os serviços de transporte público coletivo de Manaus, trafegar com veículo derramando fluido na via pública, resulta em multa no valor de 20 Unidades Fiscais do Município (UFMs) – o valor atual de uma UFM e de R$ 108,95 – e apreensão do veículo.

    “Vamos acompanhar o levantamento sobre os fatos que levaram a esta situação. Um derramamento de óleo nessa proporção não é comum, por isso o fato tem que ser apurado”, explica o vice-presidente do IMMU, Pedro Carvalho.

    Agentes de trânsito do IMMU apreenderam o ônibus na rua Ovídio Gomes (antiga rua 11), bairro do Alvorada, zona Oeste, e autuaram o coletivo, conforme previsto no artigo 231, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), por transitar derramando óleo. A prática é infração de trânsito gravíssima, com multa no valor de R$ 293,47. Representantes da empresa Via Verde estiveram no local, interromperam o vazamento e removeram o veículo para a garagem.

    Assim que constataram a ocorrência, os agentes de trânsito do IMMU espalharam pó de serragem nas vias atingidas pelo óleo para absorver a substância. Os trechos das avenidas com áreas escorregadias foram sinalizados com cones para desviar o tráfego de veículos. Agentes de trânsito também atenderam e orientaram os condutores envolvidos nos acidentes ocasionados pelo derramamento do líquido.

    A fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) também irá fazer uma inspeção no local, para avaliar os danos ambientais causados pelo derramamento de óleo e adotar as providências cabíveis.

    * Com informações da Assessoria de Imprensa


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso