• Estreia de Moro como colunista de revista leva enxurrada de descurtidas

    Ele está sendo criticado por se aliar a revista que ataca o presidente Bolsonaro.
    22/06/2020 13h29 - Atualizado em 22/06/2020 13h29

    Foto: Reprodução


    A decisão do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, de aceitar ser colunista da revista Crusoé continua repercutindo muito mal nas redes sociais. No YouTube, por exemplo, o vídeo de lançamento da coluna de Moro já aparece com mais de 160 mil descurtidas em apenas três dias de publicação.

    Desde que aceitou a parceria com a publicação semanal, Moro já foi alvo de uma série de críticas por se aliar, em menos de dois meses após sair do governo, a um veículo que ataca com frequência o presidente Jair Bolsonaro, a quem o ex-juiz da Lava Jato respondeu como ministro durante 16 meses.

    Nos comentários do vídeo de lançamento da coluna, vários usuários chamaram o ex-ministro de traidor e lembraram da fala que Moro fez em seu discurso de saída do governo de que tinha uma “biografia a zelar”.

    – Entre a biografia e a honestidade, escolheste a biografia. E terminaste sem nenhum dos dois – disse um dos internautas.

    Outros comentários criticaram a falta de lealdade do ministro.

    – A lealdade mandou lembranças, nunca me decepcionei tanto na vida com uma pessoa – escreveu outro.

    A coluna de estreia do ex-ministro foi publicada na última sexta-feira (19), com o título “Honra e Fuzis”. No texto, Moro falou do papel dos militares na democracia brasileira e criticou as pessoas que defendem a “intervenção militar constitucional contra o Judiciário”.

    Fonte: Pleno.News


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso