• Flávio Bolsonaro ganha foro especial no caso das ‘rachadinhas’ que terá novo comando

    Defesa argumenta que Flávio era deputado estadual na época dos fatos e que, portanto, teria foro especial.
    25/06/2020 15h58 - Atualizado em 25/06/2020 19h59

    Foto: Reprodução


    Redação AM POST*

    O processo que investiga a prática de ‘rachadinha’ no gabinete do senador Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro sairá das mãos do juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal, e irá para o Órgão Especial do TJ, colegiado formados por 25 desembargadores após a 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio ter aceitado pedido de habeas corpus do parlamentar e concedido a ele foro especial.

    O pedido assinado pela advogada Luciana Pires questiona a competência da primeira instância para julgar o caso. A advogada argumenta que Flávio era deputado estadual na época dos fatos e que, portanto, teria foro especial.

    Flávio é investigado desde janeiro de 2018 sob a suspeita de recolher parte do salário de seus empregados na Assembleia Legislativa do RJ de 2007 a 2018 -prática chamada de rachadinha. Os crimes em apuração são peculato, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio e organização criminosa.

    *Com informações da FolhaPress<\h7>


    *** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


    Facebook

    Economia

    Contato Termos de uso