Goleiro Bruno gera revolta na internet após postar foto em canil

Foi relembrado que na época do crime noticiaram que pedaços do corpo de Eliza Samúdio foram jogados para cães da raça rottweiler comerem.

Redação AM POST

O goleiro Bruno, condenado a 22 anos de prisão pelo assassinato da modelo Eliza Samúdio, virou garoto-propaganda de um canil e está gerando revolta entre internautas. A informação é da colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia do Rio Janeiro.

Na época do crime foi noticiado que pedaços do corpo de Eliza Samúdio foram jogados para cães da raça rottweiler comerem. Bruno está cumprindo prisão em regime semiaberto desde julho de 2019.

“Você acredita realmente no que foi noticiado no passado? Amigo, abra a mente! Na época, foram feitos exames que comprovaram que tudo não passou de imaginação daquele noiado do meu sobrinho”, disse o goleiro em resposta a um seguidor que questionou sobre o caso.

Após repercussão ele se manifestou nesta quinta-feira (25), sobre as fotos em suas redes sociais.