Irã pede prisão de Trump por morte de general e aciona a Interpol

A Interpol, baseada em Lyon, França, ainda não se pronunciou sobre o pedido das autoridades iranianas.
29/06/2020 09h50 - Atualizado em 29/06/2020 09h50

Foto: Reprodução


O Irã expediu uma ordem de prisão contra o presidente dos EUA, Donald Trump, pela participação no assassinato do general Qaseim Soleimani, em um atentado no Iraque, em janeiro deste ano.

As autoridades iranianas emitiram o mandado de prisão nesta segunda-feira (29) e pediram ajuda à Interpol na captura do presidente norte-americano e dezenas de outras pessoas que acreditam ter autorizado e conduzido um ataque por drones que matou Soleimani.

Ali Alqasimehr, promotor público de Teerã, afirmou que Trump e mais outros 30, os quais o Irã acredita estarem envolvidos no atentado de 3 de janeiro que matou o general em Bagdá, são acusados de “assassinato e terrorismo”, segundo a agência de noticias estatal iraniana IRNA.

Alqasimehr não identificou outro que possa ser responsabilizado além de Trump, mas destacou que o Irã continuará o processo após o encerramento do seu mandato como presidente,

Segundo a rede de notícias Al Jazeera, o promotor iraniano enviou à Interpol uma “notificação vermelha”, de nível mais alto para a instituição, exigindo a busca e apreensão dos indivíduos nomeados.

A Interpol, baseada em Lyon, França, ainda não se pronunciou sobre o pedido das autoridades iranianas.

Fonte: R7


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso