Políticos do AM comentam sobre a saída da Petrobras do Estado

O intuito da venda dos campos terrestres do Polo Urucu, conforme a estatal, é reduzir seu elevado endividamento.
28/06/2020 11h34 - Atualizado em 29/06/2020 14h48

Foto: Reprodução


Redação AM POST*

Após a Petrobrás anunciar na sexta-feia (26) a venda de campos terrestres do Polo Urucu, localizado na Bacia de Solimões, no Amazonas, políticos do Estado se manifestaram sobre a situação e muitos se preocupam com o efeitos econômicos que isso pode causar.

O intuito da venda, conforme a estatal, é reduzir seu elevado endividamento. A Petrobras afirma que a venda não prevê demissões de empregados.

O líder da bancada do Amazonas no Congresso, senador Omar Aziz (PSD-AM) afirmou que o processo será acompanhado de perto pelo grupo de políticos do Estado para que não haja perdas de arrecadação e empregos.

O senador Plínio Valério (PSDB-AM) também ratificou que a bancada federal do Amazonas vai acompanhar para que a venda dos campos terrestres do Polo Urucu seja feita a uma empresa tão competente quanto a Petrobras além de ter capacidade técnica e potencial econômico para dar continuidade da produção.

O deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) também acredita que a venda tem que ser acompanhada pelos parlamentares para que não afete os empregos e a arrecadação gerados pelo Polo Urucu ao Estado.

O líder do MDB no Senado, Eduardo Braga, alertou que o governo do Estado precisa construir, urgentemente, um plano estratégico para mostrar ao mercado financeiro a importância de atrair investimentos nacionais e internacionais para a bacia produtiva de Urucu. Para ele o Amazonas precisa se mostrar mais atrativo para futuros investidores, “sob pena de não termos investimentos” na indústria de óleo e gás, que representa um percentual significativo no Produto Interno Bruto (PIB) estadual.

Já o deputado federal José Ricardo (PT-AM) acredita que a culpa é da “política de privatização e entreguismo do Governo Bolsonaro”, que segundo ele tanto ataca a Amazônia e a Zona Franca de Manaus. O petistas vê a ação da Petrobras como um golpe para a economia do Estado.

*Com informações do Amazonas 1


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso