Vanessa Grazziotin critica manifestantes pró-Bolsonaro que fizeram ato contra o STF: “esses não são o povo brasileiro”

Para a comunista, os manifestantes são “fascistas agindo de forma aberta e afrontosa” e que se intitulam como “povo” mas não representam o Brasil.
14/06/2020 09h46 - Atualizado em 15/06/2020 13h47

Foto: Reprodução


Redação AM POST

A ex-senadora, Vanessa Grazziotin (PCdoB), criticou nas redes sociais manifestantes que apoiam o presidente Jair Bolsonaro e fizeram ato em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal (STF) na noite deste sábado (13), e atiraram fogos de artifício contra o prédio do Poder Judiciário.

“Se prepare, Supremo dos bandidos. Aqui é o povo que manda nessa nação”. “Olha aí, seus bandidos, Supremo dos infernos”. “É o povo, seus comunistas vendidos, bandidos…Ta entendendo o recado?”, grita um manifestante em vídeo que ganhou as redes sociais e diz que os fogos lançados em direção ao prédio do STF é um recado.

Para Vanessa os manifestantes são “fascistas agindo de forma aberta e afrontosa” e que se intitulam como “povo”. A comunista disse ainda que o grupo quer impor um clima de caos e ameaças permanentes, à democracia e ao Estado de Direito.

“Afrontam violentamente os poderes constituídos, a exceção do Executivo, que hoje abriga seu protetor Jair Bolsonaro”, disse.

Grazziotin também reforça em seu texto que os manifestantes não não representam o Brasil, não correspondem nem uma minoria e “precisam ser detidos”.

Ato intolerável ocorrido ontem a noite, junto ao STF. Uma minoria que se intitula “povo”, mas que na realidade são grupos fascistas agindo de forma aberta e afrontosa. Querem impor uma normalidade facistizante, um clima de caos e ameaças permanentes, à democracia e ao Estado de Direito.Andam armados por Brasília, simulam bombas com fogos, fazem carreatas, passeatas e carregam faixas pedindo “AI-5” e “intervenção militar com Bolsonaro“. Afrontam violentamente os poderes constituídos, a exceção do Executivo, que hoje abriga seu protetor Jair Bolsonaro.Na narrativa usam a mesma tática de 1964, a falsa iminência de um ataque comunista, “todos são comunistas e daí vem a grande ameaça”. Sem dúvida, agem inspirados nos discursos confrontativos e provocadores do clã presidencial, que vem desde sempre, mas se mantiveram e foram repetidos durante a campanha eleitoral e a partir da posse em janeiro de 2019. Agem amparados no sentimento da possibilidade, realidade e portanto, de impunidade!Basta!Esse não é o Brasil. Nossas leis, nossa democracia não suportam tamanha agressão e ameaça.BastaEsses não são o povo brasileiro. Nem uma minoria são. Representam apenas resquícios de fascistas, racistas, misóginos, que precisam ser detidos!!Basta!#forabolsonaro#democraciasim #ditaduranuncamais P.S. Tá difícil começar o domingo assim. Todos eles!!

Posted by Vanessa Grazziotin on Sunday, June 14, 2020

Leia texto de Vanessa na íntegra:
Ato intolerável ocorrido ontem a noite, junto ao STF.

Uma minoria que se intitula “povo”, mas que na realidade são grupos fascistas agindo de forma aberta e afrontosa.
Querem impor uma normalidade facistizante, um clima de caos e ameaças permanentes, à democracia e ao Estado de Direito.
Andam armados por Brasília, simulam bombas com fogos, fazem carreatas, passeatas e carregam faixas pedindo “AI-5” e “intervenção militar com Bolsonaro“.

Afrontam violentamente os poderes constituídos, a exceção do Executivo, que hoje abriga seu protetor Jair Bolsonaro.
Na narrativa usam a mesma tática de 1964, a falsa iminência de um ataque comunista, “todos são comunistas e daí vem a grande ameaça”.

Sem dúvida, agem inspirados nos discursos confrontativos e provocadores do clã presidencial, que vem desde sempre, mas se mantiveram e foram repetidos durante a campanha eleitoral e a partir da posse em janeiro de 2019.
Agem amparados no sentimento da possibilidade, realidade e portanto, de impunidade!

Basta!
Esse não é o Brasil. Nossas leis, nossa democracia não suportam tamanha agressão e ameaça.
Basta
Esses não são o povo brasileiro. Nem uma minoria são.
Representam apenas resquícios de fascistas, racistas, misóginos, que precisam ser detidos!!

Basta!

P.S. Tá difícil começar o domingo assim. Todos eles!!


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso