Vulgo “Paraibinha” é preso acusado de roubar carros a mando de presidiários em Manaus

Ele é investigado por integrar um grupo criminoso que praticava roubos, furtos e clonagens de veículos.

Redação AM POST

Nesta segunda-feira (22/06), por volta das 14h, as equipes de investigação da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), sob o comando do delegada-geral Emília Ferraz e coordenação do delegado Cícero Túlio, titular da especializada, cumpriram mandado de prisão preventiva em nome de Elissandro Gomes, 31, conhecido como ‘Paraibinha’. Ele é investigado por integrar um grupo criminoso que praticava roubos, furtos e clonagens de veículos na capital.

A prisão do infrator ocorreu em uma via pública, no bairro Zumbi dos Palmares, zona leste da capital. A ordem judicial, em nome de Elissandro, foi expedida pela juíza Patrícia Macedo Campos, da 8ª Vara Criminal, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

De acordo com o delegado Cícero Túlio, o infrator era integrante da quadrilha que foi desarticulada, em julho de 2019, durante a operação ‘Guilhotina’, deflagrada pela Derfv. Segundo diligências, o grupo articulava um esquema criminoso, no qual presidiários encomendavam veículos para serem roubados, clonados e revendidos ou repassados para organizações criminosas ligadas ao tráfico de drogas.

Operação – O titular da Derfv relembra que, ao longo da operação ‘Guilhotina’, foram cumpridos dez mandados de prisão preventiva por roubo majorado em nome de integrantes da quadrilha e, na época, Elissandro não foi localizado. Durante as investigações, foi constatado que um dos líderes do grupo criminoso, identificado como Jerson Rodrigues dos Santos, o ‘Jelson’, que atuava de dentro de um dos presídios da capital, era quem encomendava os roubos dos veículos.

Ainda conforme diligências, parte dos veículos roubados era entregue ao ‘Paraibinha’. “Ele era o responsável por praticar a adulteração desses veículos e, posteriormente, repassar os carros para facções criminosas vinculadas ao tráfico de entorpecentes”, detalha o delegado.

Do início da operação, em 2019, até o momento, já foram recuperados 15 veículos subtraídos e clonados pela quadrilha. Com Elissandro, foi recuperado, também, um automóvel da montadora Ford, modelo Fiesta Hatch, de cor cinza.

O delegado ressalta que dois integrantes da quadrilha estão foragidos. “Procuramos, ainda, por Rafael Brasil da Silva, o ‘Rafinha’, e José Sampaio de Souza, o ‘Juninho’. Ambos se encontram foragidos até o momento”, revela Túlio.

Procedimentos – Elissandro foi indiciado por organização criminosa, adulteração de sinal identificador de veículo automotor e roubo majorado. Ao término dos procedimentos cabíveis na Derfv, ele será levado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerá à disposição da Justiça.

* Com informações da Assessoria de Imprensa