Adolescente chamada para orar com seu tio pastor é estuprada e engravida

A mãe da vítima supostamente acobertava o irmão, que chamava a menina para orar e cometia o crime.

Redação AM POST

O pastor, Daniel Fernandes Chandoski, de 35 anos, foi preso acusado de estuprar e engravidar a própria sobrinha de 14 anos. Ele foi preso na última quinta-feira (02), em Colombo, no Paraná.

Segundo a polícia, a vítima supostamente seria abusada desde os 11 anos de idade e quando chegou aos 12 anos ela acabou engravidando do acusado e disse para mãe que o pai era Daniel. A mulher a levou para fazer um teste para comprovar se a criança realmente era filha do irmão e quando foi comprovado, ela alegou não desconfiar que a garota sofria abusos. No entanto, uma testemunha afirmou que ela sabia e acobertou o irmão.

De acordo com a vítima, ele a chamava para orar e a mãe permitia e lá acontecia os abusos.

A menor foi levada pelo conselho tutelar junto com as irmãs e o bebê e o pastor foi preso por estupro de vulnerável.