Brasil passa de mil mortes pelo 5º dia seguido e supera 64 mil

O país totalizou 1.577.004 infectados.

O Brasil registrou 1.091 novas mortes em decorrência da covid-19 nas últimas 24 horas segundo balanço divulgado no início da noite de hoje pelo Ministério da Saúde, chegando a 64.265 óbitos no total. Foi o quinto dia seguido que o país ultrapassou as mil mortes diárias, fato que havia ocorrido apenas uma vez durante a pandemia, entre 16 e 20 de junho.

Segundo o governo federal, o Brasil registrou mais 37.923 casos confirmados do novo coronavírus, totalizando 1.577.004 infectados.

Ainda de acordo com a pasta, o país tem 876.359 pessoas recuperadas e 636.380 em acompanhamento.

Ontem, a Saúde reportou 1.290 mortes ocorridas nas 24 horas anteriores e confirmadas na sexta-feira, maior número de registros desde o dia 23 de junho, quando contabilizou 1.374 óbitos reportados.

Quase 6 mil mortes em 5 dias

Com os índices confirmados hoje, o Brasil registrou quase 6 mil mortes por covid-19 nos últimos cinco dias.

O balanço do Ministério já havia trazido o registro de 1.290 mortes no dia 3 de julho, 1.252 no dia 2, 1.038 no dia 1º e 1.280 no dia 30 de junho. Com as 1.091 confirmadas no balanço de hoje, 5.951 óbitos foram registrados no período.

Entre os dias 16 e 20 de junho, os balanços diários também ultrapassaram as mil mortes: 1.282 no dia 16, 1.269 no dia 17, 1.238 no dia 18, 1.206 no dia 19 e 1.022 no dia 20, totalizando 6.107 óbitos.

Novo recorde mundial de casos

Hoje mais cedo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou um aumento recorde nos casos globais de coronavírus, com o total aumentando em 212.326 em 24 horas.

As maiores elevações foram nos Estados Unidos, no Brasil e na Índia, de acordo com um relatório diário. O recorde anterior da OMS para novos casos era de 189.077 em 28 de junho. As mortes permaneceram estáveis em cerca de 5 mil por dia.

Fonte: UOL