Capitão da PM vai responder à sindicância após destruir equipamentos de live do boi Caprichoso

Ele estava em um jet ski, lançou água no local onde os músicos estavam e alegou que foi uma brincadeira.

Redação AM POST

O comandante-geral da Polícia Militar do Amazonas, coronel Airton Norte, determinou que o subcomandante capitão Ricardo Viana, do Batalhão da PM, responda por sindicância após direcionar banzeiro contra a live do Boi Caprichoso neste domingo (05), destruindo a transmissão e os equipamentos.

O show online estava sendo realizado à beira do lago do Macurany, nos arredores da ilha de Parintins (município distante a 369 quilômetros de Manaus), quando o capitão passou com um jet ski lançando a água onde os músicos estavam.

Após a repercussão, o subcomandante afirmou que a intenção não era causar os prejuízos mas sim tirar uma brincadeira, já que era de costume ele brincar dessa forma com o dono da chácara.