Comitê quer que Poder Legislativo não conceda aumento salarial para vereadores e prefeito de Manaus em 2021

O motivo é a crise provocada pela pandemia do coronavírus e as oscilações na economia local.

Redação AM POST

Foi encaminhado ao presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), nesta quarta-feira (15), pedido do Comitê Amazonas de Combate à Corrupção e Caixa 2 Eleitoral para impedir reajustes de salários e acréscimos de subsídios aos vereadores e prefeito de Manaus no exercício de 2021, devido crise provocada pela pandemia do coronavírus e as oscilações na economia local.

Em argumentação o Comitê cita que a proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO enviada pelo Chefe do Poder Executivo Municipal ao Poder Legislativo de Manaus prevê para 2021 um resultado primário negativo de 493 milhões de reais diante das incertezas do cenário econômico.

Ainda segundo o Comitê cabe ao Legislativo Municipal fixar, mediante lei, os subsídios do Prefeito, do Vice-Prefeito, dos Secretários Municipais e dos vereadores, em cada legislatura para a subsequente.

Confira o documento na íntegra:
Pedido do Comitê de combate ao caixa 2

*Com informações do Portal do Holanda