Ex-Rouge Karin Hils pede auxílio emergencial

Apesar de ter sido aprovada, ela ainda não sacou devido as enormes filas e grande quantidade de pessoas sem máscaras.

Karin Hils revelou em seu Twitter que precisou recorrer ao auxílio emergencial do governo para sobreviver durante a pandemia. A cantora, conhecida por seu trabalho no grupo Rouge, confirmou para a coluna que foi aprovada para receber o valor de R$ 600, já que atende todos os pré-requisitos, mas que não conseguiu sacá-lo porque se sentiu insegura no banco cheio e com muitas pessoas sem máscara.

“Para muita gente pode parecer que o jogo está ganho, mas não está. É lamentável o que estamos todos juntos passando nesse país, eu me incluo, como artista, mulher e preta. Hoje fui tentar pegar minha parcela do auxílio emergencial. Tava uma fila do cão e ainda tinha gente sem máscara. Isso é pra vocês terem uma ideia que não está fácil para ninguém. Vi minha vida virar do avesso. Fui inventar de ser artista…”, escreveu.

Após o desabafo, ela aproveitou para perguntar aos seguidores como está sendo esse período para eles. Muitos relataram dificuldades devido ao desemprego, mas aproveitaram para desejar força à cantora e parabenizá-la por seu talento.

O ano de 2020 começou movimentado para Karin. Em janeiro, a cantora lançou nas plataformas digitais seu primeiro single da carreira solo, a música Fogo. Já em março, ela estreou na peça de teatro Donna Summer Musical, dirigida por Miguel Falabella, que precisou ser interrompida devido ao isolamento social.

O último trabalho de Karin na TV foi na novela Carinha de Anjo, em 2016, no SBT. Ela também participou dos seriados Pé na Cova, entre 2013 e 2016, e Sexo e as Nega, em 2014, ambos na Globo. Em 2018, a cantora participou de uma turnê para celebrar os 15 anos do Rouge ao lado de Aline Wirley, Fantine Thó, Li Martins e Lu Andrade, todas as integrantes da formação original.

Assim como diversos artistas, Karin também aderiu à tendência das lives. No dia 21 de julho, a cantora realizou um show em parceria com Li Martins. A apresentação foi transmitida nas redes sociais do Teatro Bradesco.

Fonte: Metrópole