Jovem que gravou sua própria morte em acidente de carro no Amazonas deixa filha de 5 anos

O acidente aconteceu na madrugada do último sábado (4) na Rodovia Manoel Urbano (AM-070)

Lucas Vasconcelos – Redação AM POST

O industriário Júlio Oliveira Sampaio, de 24 anos, que morreu após ter se envolvido em um acidente de carro na Rodovia Manoel Urbano (AM-070), localizada no município de Iranduba (distante 19,87 km de Manaus), deixa órfão uma menina de 5 anos.

Os familiares lamentam a perda no perfil das redes sociais do jovem.

“Não dá pra acreditar. Tão novo. Eu vou orar por sua família, seus amigos e principalmente sua filha, ela vai sentir mta saudade do pai dela. Descanse em paz Julinho. Deus cuidará da sua pequena aqui” publicou uma amiga.

Um dos tios chega a comentar que possivelmente o jovem estava dirigindo bêbado. “Meu sobrinho, meu filho, me perdoa por não ter sido um bom tio para você, me perdoa por nunca ter conseguido te convencer que a vida que tu estava levando não era a certa, que dirigir e beber não dá certo”, comentou um dos tios. Vá em paz meu filho, te prometo que tua filha sempre terá minha proteção”, publicou um dos tios.

O acidente

O jovem dirigia um Honda Civic por volta das 23h do último sábado (4) quando sofreu o acidente. Antes da colisão, Julio chegou a filmar o momento em que acelerava em uma possível disputa de velocidade com outro carro.

No vídeo, é possível ver o velocímetro do carro partindo de 70 quilômetros até 128 km/h. E é neste momento que o motorista perde o controle e o vídeo é interrompido pelo acidente.

Veja o registro feito pela vítima:

O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) foi acionado para atender a ocorrência, e ao chegar no local do acidente, constatou que a vítima estava desacordada.

Os paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) também foram acionados para socorrer o industriário e encaminhá-lo ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Joventina Dias, na capital amazonense.

blank

Segundo os médicos da unidade hospitalar, Júlio sofreu diversas fraturas pelo corpo, principalmente na área do pescoço. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada deste domingo (5). Os agentes do Instituto Médico Legal foram acionado para fazer a remoção do corpo.