Menina de 3 anos morre após ser baleada na cabeça por padrasto em Manaus

O jovem alega que o tiro foi acidental no momento em que manuseava uma arma caseira.

Redação AM POST

Yasmim Vitória Garcia da Rocha, de 3 anos, morreu após levar um tiro na cabeça por uma arma de fogo que seu padrasto Roberto Siqueira, de 19 anos, manuseava. O caso aconteceu na noite desta segunda-feira (20), em um sítio no ramal do Vegetal, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

Segundo a polícia, a arma era caseira e supostamente teria disparado sozinha. No entanto o pai biológico de Yasmim disse que o tiro pode ter sido de forma proposital, já que o mesmo não gostava da menina.

“Eu acho que não foi acidente. Como vó eu sentia que ele não gostava da minha neta. Meu coração dói muito”, disse a avó da criança.

A vítima foi levada ao Hospital e Pronto-socorro da Criança, na zona oeste, onde passou por cirurgia, porém, não resistiu. O infrator foi encaminhado à Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) e autuado pelo crime de homicídio.