Responsáveis por abastecer pontos de vendas de drogas na zona norte são presos em Manaus

No lugar, foram encontradas três porções de cocaína em pó, além de R$ 230 em espécie, dois celulares e uma balança de precisão.

Redação AM POST

Na noite de quarta-feira (1º/07), por volta das 18h, as equipes do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP) prenderam, em flagrante, Luiz Rodrigo Rocha da Silva, 26, conhecido como “Neném”, e Emerson Ribeiro dos Santos, 33, o “Azul”. A dupla foi surpreendida no momento em que estava abastecendo pontos de vendas de drogas, em áreas da zona norte de Manaus. A ação policial ocorreu em pontos distintos dos bairros Colônia Santo Antônio e Novo Israel, ambos situados na zona mencionada.

De acordo com o delegado Ricardo Cunha, titular da unidade policial, as diligências em torno da ocorrência iniciaram depois que os investigadores do 18º DIP obtiveram informações por meio de denúncia anônima. Os dados repassados retratavam um indivíduo com as características de “Neném”, que estaria utilizando um veículo modelo Siena para abastecer os pontos de vendas de entorpecentes do bairro Colônia Santo Antônio.

“Após nós recebermos as informações, montamos campana nas proximidades do endereço delatado, ocasião em que avistamos ‘Neném’, e o abordamos. Durante revista pessoal e no carro em que ele estava, encontramos uma quantidade considerável de pasta base de cocaína no veículo. Ao questionarmos sobre o material encontrado, o infrator alegou que teria acabado de pegar a referida droga na casa de Emerson”, explicou o titular da unidade policial.

Conforme Cunha, dando prosseguimento às diligências, as equipes se deslocaram à residência de “Azul”. No lugar, foram encontradas três porções de cocaína em pó, além de R$ 230 em espécie, dois celulares e uma balança de precisão utilizada para comercializar os entorpecentes.

Procedimentos – Luiz e Emerson foram autuados, em flagrante, por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Após os trâmites cabíveis na unidade policial, a dupla será encaminhada para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde deverão passar por audiência de custódia via videoconferência.

* Com informações da Assessoria de Imprensa