Vereador pede fiscalização para aumento abusivo no preço da gasolina em Manaus

Parlamentar constatou aumento de R$3,69 para R$ 4,69 nesta final de semana.

Redação AM POST

A volta da fiscalização do Programa Estadual de Proteção e Orientação do Consumidor (PROCON/AM) nos postos de combustíveis por conta do aumento “abusivo” no preço da gasolina em Manaus foi pedido pelo vereador Dr. Daniel Vasconcelos (PSC) durante sessão plenária desta segunda-feira (7), na Câmara Municipal de Manaus (CMM). O parlamentar disse que ficou surpreso com o aumento de $3,69 para R$ 4,69, quando precisou abastecer o carro dele no último fim de semana em um posto da cidade.

“Fui abastecer neste fim de semana o meu carro e me deparei com o preço elevado da gasolina, o que pra mim é um absurdo e, precisa ser denunciado. Peço ao Procon que volte a fiscalizar os postos de combustível, de maneira ágil contra esse absurdo, pois é o bolso do consumidor que está sofrendo,” disse o vereador.

De acordo com o Sindicato de Combustíveis do Amazonas (Sindicombustíveis), no início da pandemia, a Petrobras reduziu o preço dos combustíveis e pela falta de venda, os postos também, fazendo com que o preço da gasolina caísse de R$ 4,79 para R$ 4,25.

Segundo o vereador, na semana passada era possível encontrar o litro por R$ 3.69, mas devido o retorno gradual do comércio e o aumento de fluxo dos carros, esses valores já começam a ser reajustados. “Não podemos aceitar que o combustível aumente quase 30% no fim de semana, não podemos nos calar diante dessa situação. Enquanto tem baixa na refinaria, em Manaus só aumenta, isso não é justo com o trabalhador”, ponderou.