Vice-líder do governo Bolsonaro xinga Moraes: “lixo, cabeça de piroca”

O pastor criticou o ministro pela decisão que libertou o blogueiro Oswaldo Eustaquio, mas o proibiu de usar as redes sociais.

Redação AM POST

Um vídeo do deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ), pastor evangélico e um dos vice-líderes do governo Bolsonaro na Câmara, publicado na segunda-feira (6), tem chocado integrantes do STF e do próprio governo por ter sido postado no momento em que o Planalto prega a mudança de tom do presidente Jair Bolsonaro com o Supremo Tribunal Federal (STF).

Nas imagens o pastor e deputado xinga o ministro do STF, Alexandre de Moraes, pela decisão que libertou o blogueiro Oswaldo Eustaquio, mas o proibiu de usar as redes sociais. “Alexandre de Moraes é um tirano, alguém que passa por cima das leis para seu bel-prazer. Um desposta que, a cada dia, está com menos respeito da população brasileira. Por isso é chamado de cabeça de ovo, cabeça de piroca”, disparou.

“Alexandre de Moraes, você se tornou um lixo, um lixo, lixo. Você é o esgoto do STF. Você é a latrina da sociedade brasileira. Você é uma vergonha da Justiça brasileira”, esbravejou Otoni de Paula que é um dos alvos do inquérito das manifestações antidemocráticas.

O Planalto pediu a seus aliados que diminuam o tom contra o STF mas ministros do STF repercutem o vídeo e avaliam que a manutenção de Otoni como um dos vice-líderes de Bolsonaro reflete a desconfiança de alguns.

Mensagem a Bolsonaro
O deputado enviou nesta quarta-feira (8) uma mensagem a Jair Bolsonaro, após xingar Alexandre de Moraes, e declarou que espera ser retaliado pelo Palácio do Planalto.

“Não tenho dúvida nenhuma de que meu cargo de vice-líder será alvo de retaliações. Estou preparado para qualquer retaliação, até do Planalto. Não recuo em nada do que falei para atacar o capricho ditatorial do Moraes”, afirmou o parlamentar.