Em Parintins, mulheres são atingidas por linha de cerol

As vítimas relataram o incidente nas redes sociais.


Redação AM POST
A professora da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Hellen Picanço e a mãe dela foram atingidas por linhas de cerol no pescoço neste domingo (30), enquanto passeavam de moto pelo município de Parintins (369 Km distante de Manaus).

Hellen relatou no Facebook, que ela e mãe andavam pela rua Lindolfo Monteverde quando passaram pelas linhas de pipa. Segundo ela, vários grupos de jovens, soltam ‘papagaio’ irregularmente.

No mês de junho, uma mulher quase teve sua garganta totalmente cortada em Benjamin Constant. Nesse caso, um adolescente e um homem de 23 anos foram presos.