Médico que pediu Impeachment de Wilson Lima recebe R$ 22 mil como servidor público sem trabalhar

Uma prerrogativa legal que garante afastamento remunerado ao servidor público para atividade sindical.

Redação AM POST*

Sem trabalhar, médico e presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), Mario Rubens Macedo Vianna, recebe salário de R$ 22 mil como servidor público estadual, beneficiando-se de uma prerrogativa legal que garante afastamento remunerado ao servidor público para atividade sindical.

Há anos, o médico não exerce sua função pública, mas atua em hospitais da rede estadual pelo Instituto de Cirurgias do Amazonas (ICEA), empresa da qual é sócio com Capital, conforme registrado no site da Receita Federal, faturando milhões de reais.

Entre 2017 e 2018, o ICEA recebeu quase R$ 100 milhões da Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

Mario Vianna é autor do pedido de Impeachment contra o governador do Amazonas Wilson Lima (PSC) e seu vice, Carlos Almeida Filho (PTB), que foi arquivado nesta semana pro deputados da Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas – ALEAM.

*Com informações da Revista Cenarium