Reparo emergencial, gera interdição em passagem subterrânea do complexo viário do São Jorge

Um caminhão derrubou, de forma irresponsável, a barra de ferro que delimita a altura máxima para acesso ao complexo viário.

Redação AM POST

A passagem subterrânea do complexo viário Ministro Roberto Campos, acesso João Valério/São Jorge, bem como a alça lateral em direção à Constantino Nery, serão fechadas a partir das 19h desta terça-feira, 4/8, para realização de reparo emergencial na viga de sustentação da rede de tubulação da Cigás e no limitador de altura da passagem. A informação foi divulgada pela Prefeitura de Manaus.

Na última sexta-feira, 31/7, de forma irresponsável, um caminhão da empresa Bertolini derrubou a barra de ferro que delimita a altura máxima para acesso ao complexo viário. Mesmo identificando que o veículo ultrapassava a altura permitida, o condutor forçou a entrada, quebrando o limitador e seguindo viagem pela alça de acesso à Constantino Nery. A empresa já está sendo acionada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) para responder pelo dano ao patrimônio público.

Ainda na noite do incidente, a Seminf colocou uma faixa de limitação temporária no local, para sinalizar os condutores quanto à altura máxima permitida até que a correção em estrutura de ferro pudesse ser executada. Nesta manhã, outro caminhão, ainda não identificado, avançou pela limitação temporária e esbarrou na viga de sustentação da tubulação de gás, ocasionado a necessidade de interdição emergencial do complexo.

Os serviços serão realizados pela J Nasser, uma das empresas do consórcio responsável pela obra do complexo viário Ministro Roberto Campos. A estimativa é de que os serviços sejam concluídos em dez dias. Hoje, além da instalação temporária do canteiro, também será iniciada a movimentação de material, para dar início aos serviços.