“Riquinho” é preso por torturar, estuprar e matar adolescente em Nova Olinda do Norte

O crime teve requintes de crueldade e o autor se utilizou de fios elétricos para promover torturas contra a vítima.

Redação AM POST

José Henrique Gomes Pinheiro, de 18 anos, vulgo “Riquinho”, foi preso na manhã desta quarta-feira (12/08) apontado como autor dos crimes de estupro e homicídio de uma adolescente de 17 anos em Nova Olinda do Norte. No município, distante 135 quilômetros de Manaus, as forças de Segurança Pública estão em operação contra o narcotráfico.

“Riquinho” é suspeito de integrar uma organização criminosa envolvida com o tráfico de drogas, e cometeu o crime contra a adolescente no último sábado (08/08), por acerto de contas relacionado à prática criminosa. O crime ocorreu na rua Jasmin, no bairro Aerolândia.

Segundo o delegado Torquato Mozer, que está no município, a suspeita é que a adolescente tinha dívidas relacionadas ao tráfico de drogas com o bando de José. Como forma de vingança e para cobrar a vítima, “Riquinho” a torturou, depois estuprou e matou a garota.

“O crime apurado se deu com requintes de crueldade, tendo sido evidenciado que o autor se utilizou de fios elétricos para promover torturas contra a vítima, tendo o autor a executado, após o estupro, mediante asfixia”, explicou.

O delegado disse ainda que, após a identificação de autoria, foi solicitado o mandado de prisão contra o suspeito. O homem foi preso e encaminhado à delegacia do município, onde foi autuado pelos crimes de estupro e homicídio qualificado.

Ataque
Em Nova Olinda do Norte, equipes da Companhia de Operações Especiais (COE) e do Batalhão Ambiental foram alvo de um ataque no rio Abacaxis, resultando na morte de dois militares, no último dia 3.

O governador do Amazonas, Wilson Lima, prestou homenagens aos militares, e na ocasião frisou que o Estado dará uma resposta à sociedade.