Abertura do mercado do Gás no Amazonas ganha apoio do deputado federal Hélio Lopes Bolsonaro

Parlamentar se reuniu com deputado Josué Neto em Brasília, para tratar de pautas de desenvolvimento econômico para o Amazonas.

Redação AM POST

O presidente da Assembleia Legislativa do (Aleam), deputado Josué Neto (PRTB) reuniu-se com o deputado federal Hélio Lopes Bolsonaro (PSL), apoiador do presidente da República Jair Bolsonaro. O encontro aconteceu em Brasília, para tratar de pautas de desenvolvimento econômico para o Amazonas como mineração, abertura do Novo Mercado de Gás para gerar emprego, trabalho e renda para o povo amazonense.

“Deputado Hélio serviu no Exército Brasileiro, em São Gabriel da Cachoeira. Ele conhece a região do Alto Rio Negro. Falamos sobre desenvolvimento econômico, principalmente, mineração, que é uma pauta do presidente Bolsonaro, utilizar os recursos naturais em favor do povo do Amazonas”, disse Josué, que ressaltou a importância da Reserva Biológica Estadual do Morro dos Seis Lagos, em São Gabriel da Cachoeira, onde existe uma jazida de nióbio (ainda não explorada) que vale um trilhão de dólares, cerca de R$ 15 trilhões.

Os dois parlamentares conversaram sobre a importância do Projeto de Lei nº 6.407/2013, conhecido como a Nova Lei do Gás, que a Câmara dos Deputados aprovou na última terça-feira (1º), por 351 votos a 101, e que agora será analisado no Senado Federal.

Josué e Hélio também debateram na reunião que uma Nova Lei do Gás Natural é importante para o Amazonas, pois vai trazer um mercado mais competitivo e quebrar o monopólio da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), vai baratear o gás de cozinha, o Estado terá mais empregos, a energia elétrica será mais barata e limpa, haverá mais arrecadação, veículos menos poluentes e um grande desenvolvimento para o interior do Amazonas.

“Ele, o deputado federal Hélio Lopes votou a favor da Nova Lei do Gás e se comprometeu em apoiar a abertura do Mercado de Gás no Amazonas, que vai gerar emprego trabalho e renda para o povo do Amazonas”, afirmou Josué.

Emprego
Uma pesquisa divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta que o Amazonas tem potencial para gerar 48 mil novos empregos e movimentar em sua cadeia econômica, direta e indireta, R$ 3 trilhões nos próximos 10 anos, a partir da exploração do gás natural.