Corregedoria abre dois inquéritos para apurar denúncias de que policial atirou em apartamento de vizinho

Na manhã desta segunda-feira (14), o policial militar foi ouvido na sede da Corregedoria e se reservou ao direito de permanecer em silêncio.


Redação AM POST
A Corregedoria-Geral do Sistema de Segurança Pública determinou a abertura de um Inquérito Policial e um Inquérito Policial Militar (IPM) para apurar as denúncias de que um policial militar teria atirado contra o apartamento de um vizinho em um condomínio na zona oeste de Manaus. O corregedor-geral, delegado George Gomes, garantiu que a apuração terá o rigor necessário para o esclarecimento dos fatos, dentro do devido processo legal.

Na manhã desta segunda-feira (14), o policial militar foi ouvido na sede da Corregedoria e se reservou ao direito de permanecer em silêncio. Também já foram ouvidas a vítima e testemunhas, e perícias foram requisitadas para a arma supostamente utilizada no delito e no local do fato.

A Polícia Militar do Amazonas informou que, ao tomar conhecimento das acusações, instaurou um Procedimento Administrativo pela Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD), da corporação. Serão apuradas as circunstâncias do ocorrido, possibilitando às partes envolvidas a apresentação da sua versão dos fatos, respeitados os princípios da ampla defesa e contraditório.

Em nota, a Polícia Militar do Amazonas ressaltou que não compactua com atos que contrariem a lei e a ordem e reiterou seu compromisso com o dever de servir, proteger e preservar os direitos individuais e coletivos.

*Com informações da Assessoria de Imprensa