Empresa recebeu R$ 35 milhões do governo do AM e gastou cerca de R$ 2 milhões no combate a Covid-19

A gestão do governador Wilson Lima tem que explicar o que foi feito com os mais de R$ 34 milhões restantes.

Redação AM POST

Em três meses, a empresa Zona Norte Engenharia, Manutenção e Gestão de Serviço S.A., recebeu dos cofres públicos do governo do Amazonas mais de R$ 35 milhões destinado ao combate a Covid-19 mas desse montante gastou apenas R$1,8 milhão. A gestão do governador Wilson Lima (PSL) tem que explicar o que foi feito com os mais de R$ 34 milhões restantes.

A Zona Norte Engenharia, recebe ainda R$ 13 milhões mensalmente, para manter a estrutura do “elefante branco” da saúde pública do Amazonas, o Hospital e Pronto-Socorro Delphina Abdel Aziz, que tem o contrato mais caro da Secretária Estadual de Saúde do Amazonas (SES-AM) e custa R$ 30 milhões por mês para se manter. A manutenção da unidade é muito mais cara do que outros hospitais da cidade que mereciam uma atenção redobrada, como os HPS 28 de Agosto, João Lúcio e Platão Araújo.

O Consórcio Zona Norte Engenharia é herança do ex-governador, Omar Aziz, que fechou parceria em 2013 para a construção do hospital Delphina Aziz. O final do contrato está marcado para 2033, quando a empresa deve já ter recebido cerca de R$ 2,5 bilhões.

A CPI da Saúde apontou indícios de irregularidades em contratos do Governo do Amazonas para aumentar a capacidade de atendimento no Hospital Delphina Aziz, na Zona Norte de Manaus.

*Com informações do D24am