Empresário apontado como lobista do governo Wilson Lima tem sigilo de dados quebrado pelo STJ

Determinação é de ministro do STJ, Francisco Falcão.

Redação AM POST

Atendendo pedido do Ministério Público Federal (MPF), o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Francisco Falcão, determinou a quebra de sigilo do empresário Alessandro Bronze, apontado pelas investigações como lobista que atua no governo do Amazonas. A informação é do site D24AM.

De acordo com o jornalista Alex Mendes, o empresário e o governador tem uma ligação muito próxima que chega a ser fraterna. Bronze teria levado dinheiro para a campanha de Wilson Lima nas eleições de 2018, conforme o apresentador.

A determinação do STJ permite acesso a celular, computador, tablet, pen drive, HD externo, DVD, entre outros aparelhos utilizados pelo empresário. Todas as ligações, mensagens, links acessados, localização registrada no celular, cartões de créditos cadastrados de Alessandro Bronze serão apurados na investigação.

O ministro Francisco Falcão atua no inquérito aberto para apurar denúncias e desvios de recursos na Saúde do Amazonas que tem entre seus alvos o governador Wilson Lima além de secretários da secretaria estadual de saúde (SES-AM) e empresários. O magistrado determinou ainda no final de junho, a deflagração da Operação Sangria, que teve com alvos membros do alto escalão do governo do Amazonas e servidores públicos da Saúde por compras superfaturadas de respiradores.

No despacho, Falcão determina que seja encaminhado as informações à subprocuradora da República Lindora Maria Araújo, à Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros e ao delegado de Polícia Federal Igor Souza Barros informações incluindo dados de cadastrais, registros de conexões e históricos de localização.