Josué volta a cobrar Governo sobre medidas de prevenção contra 2ª onda de Covid-19 no Estado

Desde o último sábado (5), Josué vem cobrando do Governo do Amazonas para reavaliar “com urgência” a autorização do retorno das atividades presenciais.


Redação AM POST
O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PRTB) voltou a cobrar, nesta quarta-feira (9), que o Governo do Estado reavalie medidas de prevenção do coronavírus devido a uma possível 2ª onda de Covid-19 no Amazonas. Para ele, é uma “irresponsabilidade” do Executivo ocultar números e não divulgar a realidade da saúde no Estado.

Josué relembrou que em uma Audiência Pública virtual, proposta por ele em junho deste ano, pesquisadores, cientistas, professores e parlamentares apontaram os riscos do relaxamento das atividades presenciais durante o período de pandemia. Na reunião foi cogitado por cientistas que Manaus poderia viver um segundo surto do coronavírus com o afrouxamento das medidas de isolamento.

“Estar atento à realidade da sociedade é meu dever. Sou grato a Deus por poder ajudar o meu povo”, disse Josué Neto, por meio das redes sociais ao fazer um alerta sobre um novo surto da doença na capital amazonense.

Alertas
Desde o último sábado (5), Josué vem cobrando do Governo do Amazonas para reavaliar “com urgência” a autorização do retorno das atividades presenciais para que pessoas do grupo de risco não sejam obrigadas a frequentar o trabalho, diminuindo o risco de contágio e consequentemente o número de mortes por coronavírus. Após a cobrança, o Comitê de Crise do Governo resolveu adotar medidas de prevenção contra a Covid-19 no Amazonas.

Números
Na última terça-feira (8), a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), divulgou que foram confirmados mais 318 novos casos da doença no Amazonas, sendo que 3.855 pessoas já morreram devido ao novo coronavírus no Estado e o total de 124.223 pessoas foram infectadas pelo vírus na capital e interior do Amazonas.

*Com informações da Assessoria de Imprensa