Jovem que ateou fogo em viatura da Polícia é preso em Manicoré

Segundo o delegado, a parte dianteira do veículo, incluindo o motor e o estofamento, foi completamente consumida pelo fogo, causando perda total da viatura.


Redação AM POST
Na tarde de terça-feira (8), por volta das 16h, policiais civis da 72ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manicoré prenderam, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Hermínio Delgado de Souza, 21, pelo crime de incêndio majorado, contra uma viatura da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), daquele município (distante 332 quilômetros em linha reta da capital). O fato aconteceu no último domingo (6).

De acordo com o delegado Caio Sabino, titular da 72ª DIP, o indivíduo foi preso enquanto prestava esclarecimentos na delegacia. Na ocasião do crime, ele utilizou gasolina para atear fogo em uma viatura modelo S10, da montadora Chevrolet, daquela unidade policial, como uma tentativa de retaliar policiais militares, que momentos antes haviamn dispersado um grupo de pessoas que estava causando aglomeração em uma festa, da qual o jovem fazia parte.

“Sabemos que qualquer aglomeração de pessoas está proibida no Estado inteiro, em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), mesmo assim, o infrator ficou revoltado com a atitude dos policiais militares, e resolveu incendiar uma viatura da PC, que estava estacionada nas proximidades da delegacia”, explicou Sabino.

Segundo o delegado, a parte dianteira do veículo, incluindo o motor e o estofamento, foi completamente consumida pelo fogo, causando perda total da viatura. Após as diligências indicarem que o crime teria sido cometido por Hermínio, foi solicitado um mandado de prisão em nome do mesmo.

O delegado Sabino explicou que a ordem judicial foi expedida ainda na terça-feira (08/09), pelo juiz Eduardo Alves Walker, da Comarca de Manicoré, no momento em que o jovem estava na delegacia prestando depoimento acerca do fato, o que possibilitou o imediato cumprimento do mandado de prisão.

Procedimentos – Hermínio foi indiciado por incêndio majorado. Após os trâmites na unidade policial, ele foi encaminhado para a Unidade Prisional do município, onde ficará à disposição da Justiça.

*Com informações da Assessoria de Imprensa