Presidente da CMM recua e suspende compra de duas cafeteiras a preços de 20 mil

A compra deveria ser feita para substituir as cafeteiras que estão na copa da Câmara Municipal, que têm mais de 13 anos de uso.


Redação AM POST
Um dia após vir à tona os gastos de mais de R$ 20 mil pela Câmara Municipal de Manaus (CMM), por duas cafeteiras, o presidente da Casa, Joelson Silva (Patriotas), resolveu recusar e suspender as compras.

De acordo com a CMM, atendendo ao interesse público, o presidente da Câmara Municipal de Manaus determinou o cancelamento da Carta Convite 004/2020 que previa a aquisição de equipamentos para diversos setores da CMM, cuja a homologação ocorreu dia 8 de setembro. Dentre os equipamentos, havia a previsão de aquisição de duas máquinas industriais de café que iriam substituir as que estão na copa da instituição e que possuem mais de 13 anos de uso.

“Resolvi fazer uma readequação no quantitativo e qualitativo dos equipamentos e máquinas que fazem parte desse processo licitatório, levando em consideração o compromisso de minha gestão em promover a transparência nos serviços prestados à sociedade, por esta casa legislativa”, disse Joelson Silva.

Conforme nota enviada anteriormente para a imprensa, o presidente reforçou que os equipamentos ainda não haviam sido adquiridos e a divulgação no Diário Oficial tratava-se apenas de uma previsão de compra, que só ocorreria após a emissão de nota de empenho ao fornecedor.

Joelson Silva lembrou que, a aquisição destes materiais ou quaisquer outros, segue todo o procedimento padrão previsto na legislação, com os trâmites devidamente publicados no Diário Oficial do Legislativo Municipal.

*Com informações da Assessoria de Imprensa