Thiago Gagliasso sobre Bolsonaro: “está dando sua vida pelo que ele ama, nosso país”

O ator já declarou diversas vezes seu apoio ao presidente.

Quando se fala da classe artística no Brasil, não são muitos os que assumem ter um posicionamento de direita. Um desses nomes é o do ator Thiago Gagliasso, que já declarou diversas vezes seu apoio a Jair Bolsonaro. Apesar disso, o artista só encontrou o presidente pessoalmente em agosto deste ano, quando foi a Brasília após um convite feito pelo deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ).

Em entrevista, Thiago falou sobre o encontro, disse que se surpreendeu “com o jeito sincero do presidente” e afirmou que Jair Bolsonaro “está dando literalmente sua vida pelo o que ele acredita, e ama; que é o nosso país”.

Ele também falou sobre a “cultura de cancelamento” que atinge aqueles que não seguem “a doutrina de pensamento esquerdista dentro do meio artístico” e sobre o que pensa do secretário de Cultura, Mario Frias, que é uma “pessoa extremamente inteligente”.

Nos últimos dias, o senhor esteve em Brasília onde conheceu pessoalmente o presidente Jair Bolsonaro. Pode nos falar um pouco desse encontro?
A convite do deputado federal Carlos Jordy, fui à Brasília com o objetivo de encontrar o secretário Mario Frias. Entrementes, coincidiu com a agenda do presidente, e o deputado me levou ao encontro. Primeiramente, fui em um almoço com outros membros do Governo; ministros e deputados, em que tive a honra de participar.

No sábado, a convite do presidente, fomos tomar um café informal no Palácio para trocarmos algumas ideias junto com o deputado Carlos Jordy. Fiquei surpreso com o jeito sincero do presidente; humano. No início, estava tímido, porém, em menos de 10 minutos, me senti a vontade para fazer minhas perguntas.

Após encontrar Bolsonaro, sua opinião a respeito do presidente teve alguma mudança?
Mudou sim, ele está longe de ser o “tiozão do churrasco”. Ele é um cara extremamente forte, e que está dando literalmente sua vida, pelo o que ele acredita, e ama; que é o nosso país! Sabe exatamente a missão que tem.

Ele está longe de ser o “tiozão do churrasco”
Pode contar como conheceu e começou a apoiar o presidente Jair Bolsonaro?

Primeiramente, quando vi tudo de ruim que ele batia de frente: o sistema de corrupção e perpetuação de poder da esquerda. Além dos valores morais, e principalmente, em acreditar no Brasil. Em um Brasil que pode sim dar certo.

O senhor também teve um encontro com o secretário de Cultura, Mario Frias. O que acha que ele pode fazer de benéfico na área?
Foi um encontro muito bom, posso te garantir que o Mário está com muita vontade. E como se diz no teatro, o cara está com sangue nos olhos para fazer dar certo: democratizar, e levar cultura a todos, sem ideologia. Uma pessoa extremamente inteligente, com visão em novas áreas da cultura que já estão muito presentes em nosso país; como a do mundo tecnológico, games, entre outros. E pode ter certeza de uma coisa: quem se beneficiou com a Lei de incentivo em uma causa própria, e usou de maneira indevida o dinheiro público, essa conta vai ter que fechar!

Não costuma ser tão comum artistas com posicionamento de direita no país. Já teve alguma dificuldade devido a suas posições políticas?
Sim, posso te garantir que existe a cultura do “CANCELAMENTO” para quem não segue a doutrina de pensamento esquerdista dentro do meio artístico. Nunca fui ator da Rede Globo, mas tenho diversos amigos, que prefiro não citar nomes, que falam: “elogiar o presidente da República nos corredores do Projac é ‘proibido’”, o que chega a ser curioso, já que eles prezam tanto a democracia e a liberdade de pensamento. Mas se pensar diferente deles, “cancelam”! Vai entender.

Jovens de direita estão sim começando a expor sua opinião! O mercado da internet abriu muitas portas
No início, algumas marcas com quem eu tinha parceria me cancelaram também, por não querer alguém que se posicione politicamente ao contrário da grande maioria dos artistas e influenciadores. Mas posso te garantir que o mercado está mudando. Jovens de direita estão sim começando a expor sua opinião! O mercado da internet abriu muitas portas… Vivíamos em um monopólio, onde para um jovem ganhar destaque e divulgar seu trabalho, seja na música, ou atuando, só poderia ser por uma grande emissora. Hoje não mais. A internet é o mercado da economia criativa, que sim, já faz parte da nossa cultura.

Em sua opinião, como a recente guinada do país para a direita pode beneficiar o Brasil, após tantos anos de um governo de esquerda?
Não acredito que seja uma questão de direita ou de esquerda, e sim de um governo sério, que não tem nenhum projeto de se perpetuar no poder, que volte a dar credibilidade econômica para investidores. Com certeza, já teremos muitos benefícios. Somos o melhor país do mundo, cheio de riquezas, mas que foi vítima de uma cleptocracia nos últimos anos.

Primeiro ponto forte foi de ir contra o maior sistema de corrupção e perpetuação no poder, botando o Brasil pra andar
Em sua opinião, quais são os pontos fortes do governo do presidente Jair Bolsonaro?
Primeiro ponto forte foi de ir contra o maior sistema de corrupção e perpetuação no poder, botando o Brasil pra andar. Admiro demais o trabalho do ministro Tarcísio, que vem desempenhando um papel fundamental, principalmente nas regiões mais carentes como Norte/Nordeste. Além de outros excelentes ministros; como o Ministro Marcelo Alvaro, do Turismo, uma pasta vital para nossa economia. Paulo Guedes, Fabio Faria, e entre outros. Estes formam uma equipe muito boa.

E onde o governo ainda pode melhorar?
Nenhum governo é perfeito, e sempre pode melhorar! Mas vale lembrar de que não temos 2 anos ainda de governo. Tivemos uma pandemia, da qual acredito que o governo sai fortalecido. Acredito que muita coisa boa ainda está por vir! Espero poder colaborar, apoiar, propor novas ideias na área de cultura, e economia criativa. Dessarte, quero poder somar com meu país, com um governo que acredito 100%.

Fonte: Pleno.News