Abandono do governo Wilson Lima aos municípios do interior do Amazonas é criticado por deputado

Segundo ele a atual gestão não melhora nem a comunicação entre delegacias, imagina ser autor de projeto de internet.

Redação AM POST

O deputado estadual Delegado Péricles (PSL) utilizou a Tribuna, na manhã desta terça-feira (03), para criticar o abandono de municípios do interior do Amazonas pelo Governo do Estado. De acordo com o parlamentar, o que se tem visto é uma tentativa de tomar a autoria de obras e programas que sequer são de iniciativa do Executivo Estadual, em vez de haver tomada de providências no sentido de melhorar a vida de quem mora no interior.

“O governo não consegue melhorar nem a comunicação entre as delegacias da capital amazonense, imagina ser autor do Amazônia Conectada, programa federal que tem feito a internet chegar a municípios do interior do nosso estado”, afirmou Péricles, ao reforçar que, durante visita à cidades do Amazonas no último fim de semana, o que constatou foi abandono, seja pelo Estado ou, em alguns casos, pela prefeitura local.

Continua depois da Publicidade

Ao falar da comunicação necessária para o fortalecimento da segurança pública, o parlamentar considerou dados desanimadores sobre o compartilhamento de informações entre delegacias recebidos por ele durante ida ao município de Tabatinga (distante 1.108 km em linha reta da capital). O acesso de dados por meio de sistema integrado é defendido por Péricles desde o início do mandato como fundamental para o bom andamento e efetividade de investigações, transferências e prisões no estado.

“Desde que assumi o mandato, trago esse tema à tona. As delegacias não têm acesso a um banco de dados comum. Tabatinga é município de região de fronteira, área de atuação intensiva do tráfico de drogas. Se essa cidade ainda não tem acesso à informações que viabilizem trabalho de inteligência no combate à criminalidade, imagina a organização da segurança pública em outras localidades do Amazonas”, ressaltou.

Péricles também citou as obras em andamento no aeroporto de Barcelos (distante 399 km em linha reta da capital), para ele, fundamentais para o avanço daquele município tanto em aspectos referentes à economia quanto ao turismo. “E mais uma vez que fique claro que essa mudança está sendo possível graças à emenda de um deputado federal e não do Governo Estadual. Barcelos, assim como todo o interior precisa de atenção. O prefeito de lá tem se esforçado, no entanto, falta reciprocidade de ações efetivas por parte da gestão do Estado”, continuou.

Continua depois da Publicidade