Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Acidente de avião em Barcelos matou cirurgião de Brasília, diz Conselho de Medicina do DF

O médico fazia parte do grupo de turistas que viajavam para a região do Rio Negro para pesca esportiva quando a aeronave caiu, sem deixar sobreviventes.

  • Estadão Conteúdo

  • 17/09/2023 às 16:38

  • Atualizado em 18/09/2023 às 10:55

  • Leitura em três minutos

blank

Foto: Wellignton Melo/Getty Images

O médico Roland Montenegro Costa era uma das 14 vítimas do desastre aéreo em Barcelos, no interior do Amazonas, na tarde deste sábado, de acordo com o Conselho Regional de Medicina (CRM) do Distrito Federal. Ele fazia parte do grupo de turistas que viajavam para a região do Rio Negro para pesca esportiva quando a aeronave caiu, sem deixar sobreviventes.

“O CRM-DF se une em solidariedade à família e amigos neste momento de dor por sua partida”, afirmou a entidade. Nas redes sociais, amigos do médico também lamentaram a tragédia.

PUBLICIDADE

De acordo com o deputado distrital Jorge Vianna (PSD), ele era cirurgião do aparelho digestivo, “destacou-se como pioneiro dos transplantes em Brasília” e atuava em consultório particular. Além disso, conforme o parlamentar, exerceu a função de professor de ensino em Cirurgia Geral no Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF).

A lista de vítimas do desastre aéreo não foi divulgada pelas autoridades, uma vez que ainda precisam ser feitos os exames para identificação dos corpos. Os restos mortais dos tripulantes e dos passageiros estão sendo levados de Barcelos para Manaus de avião neste domingo, 17.

Outra das vítimas foi o empresário Gilcrésio Salvador Medeiros, 74 anos, dono da pousada Serra da Mesa, em Niquelândia (GO), a aproximadamente 260 quilômetros de Brasília. “Ele se foi de uma forma inesperada, mas estava indo fazer o que mais amava na vida: pescar”, foi postado no perfil oficial da pousada.

PUBLICIDADE

Segundo Jefferson Luís, funcionário da pousada, esse grupo se reúne todos os anos para pesca. Sempre viajavam para Manaus de voo de carreira e, de lá, eles seguiam para Barcelos ou Santa Isabel de avião fretado ou lancha rápida. Em geral, diz ele, os amigos preferiam ir por aeronave, uma vez que o deslocamento pelo rio leva quase doze horas. Os turistas usariam como base a cidade de Barcelos para pescar no Rio Negro.

Cinco moradores de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, também estão entre as vítimas. Os cinco eram ex-colaboradores do grupo Algar, empresa de telecomunicações, que emitiu nota de pesar. “A Algar lamenta o acidente ocorrido e confirma que cinco dos ocupantes da aeronave são ex-associados (ex-funcionários)”, disse. Os nomes não foram revelados.

PUBLICIDADE

A causa do acidente ainda será apurada. A queda da aeronave ocorreu em um momento de forte chuva no local, perto da área de pouso. De acordo com autoridades locais, outras duas aeronaves desistiram de aterrissar no aeroporto local pouco antes do acidente.

O avião tinha autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operação como táxi aéreo e a situação de aeronavegabilidade era considerada normal. Em nota, a agência disse lamentar o acidente.

PUBLICIDADE

Estadão Conteúdo

O AM Post apoia a causa autista
blank

A mente de uma criança com Transtorno do Espectro Autista pode ser associada a um quebra-cabeças. Parece difícil de entendê-la no primeiro momento. Porém, quando utilizamos a metodologia certa as tornamos fácil e percebemos que as dificuldades podem ser superadas.

- Jorge Tertuliano

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank