Pesquisar por em AM POST

Amazonas

Acusado de tentativa de homicídio após assalto a drogaria deve ir a júri popular

A decisão de pronúncia, sujeita a recurso, foi emitida em 21 de fevereiro.

  • Por AM POST

  • 01/03/2024 às 12:08

  • Leitura em dois minutos

O juiz de direito titular da 1.ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus, Fábio César Olintho de Souza, determinou que o réu Jonas de Sousa Chaves será julgado por júri popular pelos crimes de tentativa de homicídio qualificado, roubo majorado e corrupção de menor. Os eventos ocorreram em 29 de janeiro de 2017, no bairro Cidade Nova, zona Norte de Manaus. A decisão de pronúncia, sujeita a recurso, foi emitida em 21 de fevereiro, no âmbito da Ação Penal n.º 0602647-35.2017.8.04.0001.

Segundo a denúncia do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE/AM), por volta das 18h do referido dia, Jonas de Sousa Chaves, acompanhado de um adolescente, invadiu uma drogaria no Núcleo IX do bairro Cidade Nova, armado, e anunciou um assalto. Durante o crime, roubou o celular de uma funcionária e o dinheiro do estabelecimento.

PUBLICIDADE

Posteriormente, os dois criminosos fugiram e entraram em um ônibus do transporte coletivo. Um motociclista, alertado sobre o assalto, iniciou uma perseguição aos suspeitos e conseguiu entrar no ônibus. No entanto, ao se aproximar de Jonas de Sousa Chaves, foi alvejado com tiros no braço e na cabeça, resultando na perda da visão do olho esquerdo, conforme consta nos autos.

Após o ataque no ônibus, os acusados desembarcaram e invadiram uma residência, onde renderam uma terceira vítima e exigiram a chave de uma motocicleta estacionada no local. Diante da negativa da mulher em entregar a chave, os suspeitos permaneceram na residência até a chegada da polícia, que conseguiu prendê-los.

Jonas de Sousa Chaves será julgado pelos crimes de tentativa de homicídio qualificado, roubo majorado e corrupção de menor. O processo do adolescente foi separado e encaminhado ao Juizado da Infância e Juventude Infracional, sob sigilo. A marcação do julgamento em plenário aguarda a decisão final da pronúncia.

PUBLICIDADE

Faça parte da comunidade

  • Praticidade na informação

  • Notícias todos os dias

  • Compartilhe com facilidade

blank WhatsApp Telegram

Apoie o AM POST

O AM POST está há mais de 8 anos produzindo jornalismo sério e de qualidade. É uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Apoie

blank

Últimas notícias

blank
blank
blank
blank
blank
blank